151 – Star Wars e o Inicio de Uma Paixão

Se eu te pedir para falar cinco grandes franquias do cinema, com certeza você irá me dizer que uma delas é Star Wars. Isso é fato. Digo isso porque essa maravilhosa franquia foi a responsável por fazer eu gostar tanto de cinema. Isso tudo começou numa era longinquá onde minha infância e adolescência foi baseada em jogos de Mega Drive, Super Nintendo (SNES) e filmes como Jurassic Park, Esqueceram de Mim e as animações da Disney.

Meus amigos mais próximos sabem exatamente do que estou falando. Numa época em que finais de semana você ia nas locadoras de bairro e alugava fitas de video-game e VHS`s para se divertir com a galera toda. Me lembro muito bem que era um bom jogador e adorava assistir filmes, mas essa paixão toda pela sétima arte ainda estava adormecido e simplesmente assistia um filme – mesmo gostando – apenas por assistir. Me lembro também quê, uma vez ou outra escutava pessoas falando de “Guerra nas Estrelas”, “Jornada nas Estrelas” e que pra mim era tudo a mesma coisa, mas antes mesmo de você me crucificar rsrs, lembre-se que eu era apenas uma criança e a era da internet estava apenas começando.

Em um determinado dia, eu e meu amigo chamado Alexandre Barros, estávamos brincando em sua casa e em meio à bagunça de brinquedos me deparei com um tabuleiro e nele havia desenhos de naves, androides, homens vestidos de branco com uma espécie de armadura e tinha um cara um tanto dark com capacete que lembrava até um samurai e na caixa do tabuleiro havia escrito STAR WARS. Foi aí que me lembrei,  já tinha ouvido falar nisso e que em algum momento já tinha assistido algo com aqueles personagens. “Mas quando??”

STAR WARS

STAR WARS

Fita VHS - O antecessor do DVD.

Fita VHS – O antecessor do DVD.

Em um outro momento entre 1997/1998 eu tinha por volta de 10/11 anos de idade, eu e um dos meus melhores amigos chamado Rodrigo, alugávamos de quatro a cinco fitas vhs por final de semana e em um desses momentos, ele trouxe um filme chamado Star Wars: Ep I – A Ameaça Fantasma. Durante o filme comecei a ficar encantado com os efeitos especiais e todas aquelas batalhas espaciais, me foi apresentado personagens de todo tipo, o engraçado e atrapalhado Jar Jar Binks e um tal de Anakin Skywalker, um garoto enigmático que trabalha como escravo e mora junto com sua mãe. O grande final com uma lutra entre espadas laser e um cara com espinhos na cabeça fez meu queixo cair no chão. Foi então que na minha ingenuidade perguntei ao Rodrigo: “Por acaso esse cara vai virar aquele com o capacete preto?” – e ele: “Não sei, acho que ele aparece nos filmes antigos”. – Foi então que fiquei me perguntando: “Que filmes antigos?” – Quando o episódio I estava no seu auge pensei que ainda iria ter muita coisa, mas quando me dei conta o filme tinha acabado e simplesmente fiquei com aquela cara de “ué”.

O filme tinha acabado, eu tinha adorado e o tempo passou. Por um período de tempo o meu primeiro filme do Star Wars tinha caído em esquecimento. Foi então que no ano de 2002, na minha adolescência e em um dia qualquer, estava eu em casa assistindo televisão, ao qual não me lembro do programa,  vi um comercial no canal do SBT falando que iriam fazer um especial Star Wars. Seria um mês todo, em que todos os sábados iriam exibir um filme. Pronto!! Eis que pensei: “Está aí uma oportunidade de assistir esses filmes e entender tudo de uma vez essa “bagaça”. (que heresia a minha, chamar Star Wars de bagaça rsrs).

Hexalogia Star Wars

Hexalogia Star Wars

Passei alguns dias esperando e a tal noite chegou. Estou lá de frente para a TV com um pacote de bolacha/biscoito numa mão e o copo de achocolatado na outra, minha mãe que sempre vai dormir depois da novela, não se interessou pelo o que iria por vir, porque pra ela, basta ter explosões pra ela gostar de algum determinado filme. A programação teve inicio e logo de cara nos é apresentado essa cena:

O logo SW apareceu junto com a música tema do mestre John Williams. O título UMA NOVA ESPERANÇA surge seguido de um texto falando sobre império e aliança rebelde e no momento seguinte você é jogado para o espaço entre uma perseguição de naves espaciais. Os mais simbólicos personagens nos é apresentado. Darth Vader, Leia Organa, os androides C3PO e R2D2, Luke Skywalker, Han Solo, Chewbacca, Obi-Wan e cia. Aos poucos fui conhecendo cada personagem, cada aventura, cada efeito especial. Fui conhecendo o universo de Star Wars aos poucos e me encantando a cada minuto.

Star Wars Ep. IV - Uma Nova Esperança

Star Wars Ep. IV – Uma Nova Esperança

Após o término do filme fiquei sem palavras, com a sensação de quero mais. Queria estar naquele universo, queria saber mais sobre cada personagem, cada planeta. Foi aí que o canal SBT anuncia para o sábado seguinte o episódio V, O IMPÉRIO CONTRA-ATACA. Foi uma semana de pura ansiedade, mas com a chegada do dia, faço o mesmo ritual… Petiscos para comer, algo para beber e minha mãe indo dormir. O mesmo inicio, a mesma música de abertura e a ansiedade aumentando. Mas dessa vez não estamos em “Tatooine” e nem em “Yavin 4”, dessa vez entramos no planeta gelado chamado “Hoth” e uma grande e épica batalha tem inicio. Todos eles estão de volta, Luke, Leia, Han, Vader… Aprendendo, entendendo e gostando cada vez mais e mais dessa franquia que conquistou e continua conquistando cada vez mais gerações.

Star Wars Ep. V - O Império Contra-Ataca

Star Wars Ep. V – O Império Contra-Ataca

Então é nesse filme que me é apresentado um dos maiores personagens de toda a saga, o pequeno grande mestre Yoda e seus ensinamentos sobre a “Força”. Relação entre Han e Leia aumenta, vejo um amor surgindo ali e é aí que me dou conta, essa coisa chamada Star Wars tem de tudo. Ficção, aventura, ação, romance e querendo ou não lances de comédia. Isso foi o bastante, estava no meio do segundo filme e já me encantava, me sentindo um fã de toda a saga. Então nos é apresentado mais personagens: Boba Fett e Lando Calrissian. Para fechar a noite, uma maravilhosa luta de sabre de luz entre Luke Skywalker e Darth Vader. Foi aí que veio uma grande bomba, descubro que Vader é pai de Luke. Quase saio gritando pela casa – “Como assim pai de Luke?”, “Por que você se tornou vilão?”, “Quem afinal de contas é você?” – E mais uma vez me peguei com os olhos grudados na televisão. Mais uma vez vem o fim e o cérebro processando vários pensamentos, perguntas, curiosidades, querendo adentrar cada vez mais nesse mundo, descobrir o passado de cada um e viajar nesse universo tão distante.

Star Wars Ep. VI - O Retorno de Jedi

Star Wars Ep. VI – O Retorno de Jedi

Mais uma semana depois vem a parte final para a minha “tristeza” e saber que não tem mais, mas mesmo assim não me deixo abalar. Depois de realizar os mesmos procedimentos, começo a conferir a última parte. Vejo um inicio de suspense, percebo que estamos em Tatooine novamente e então é apresentado o personagem mais nojento, o tal contrabandista chamado Jabba – The Hutt. Depois da tentativa de resgate de Han Solo, Luke aparece com uma roupa diferente, como um verdadeiro cavaleiro Jedi e um novo sabre de luz. O inicio é de arrepiar e é então que vem a parte triste. Luke volta para acabar seu treinamento ao lado do mestre Yoda, mas antes de ter exito, o pequenino nos deixa e nos revela que Leia é a irmã de Luke. Mais uma bomba me é lançada e solto um “PQP” sem pestanejar. Mais uma vez fico sem palavras. Descubro quem é o verdadeiro vilão, o Imperador Palpatine – mestre de Darth Vader – e conheço um dos personagens mais encantadores da saga; o pequeno “urso” Wicket. Os momentos finais estão chegando e a batalha de naves entre o “Império” e a “Aliança Rebelde” é fenomenal. Os momentos finais entre o Imperador, Vader e Luke me faz saltar do sofá.

Preciso confessar!! Depois de três sábados seguidos, 21 dias passados e uma trilogia que marcou uma geração, nos minutos finais de “O RETORNO DE JEDI” as lágrimas começaram a cair. Me emocionei com o final e a cena onde mostra Obi-Wan Kenobi, Yoda e Anakin Skywalker pra mim foi emblemático, memorável e inesquecível. Após o término dessa saga, me veio pensamentos  e sentimentos de que eu realmente tinha nascido para aquilo. CINEMA, era com isso que eu queria trabalhar, era nisso que eu tinha que me aprofundar. A paixão no cinema realmente tinha despertado e desde então, esse amor pela sétima arte só aumenta.

Mal deu tempo de processar o turbilhão de pensamentos e sentimentos, vem a programação do SBT e anuncia o Ep. I – A Ameaça Fantasma para o próximo sábado e fechar o mês. Mais um sábado e mais um filme. Depois de rever o episódio I, notei que aquilo era o inicio da história, não uma história centrada em Luke Skywalker, mas sim a do seu pai Anakin Skywalker/Darth Vader. Consegui entender mais um pouco daquilo tudo, mas ainda estava faltando informações. Perguntas não paravam de surgir e lacunas teriam que ser preenchidas. Para minha surpresa vejo o anuncio do episódio II – O ATAQUE DOS CLONES que iria estrear nos cinemas daquele ano.

Depois de um mês a única coisa que pensava era Star Wars. Era Star Wars aqui, era Star Wars ali. Num determinado dia chamo meu amigo Daniel Crepaldi para ir comprar algumas HQs, na época estava atrás de umas HQs baseadas no game Mortal Kombat. Meu amigo Daniel foi comigo e no caminho todo o assunto foi Star Wars. Foi aí que ele me disse que já tinha assistido à trilogia anos atrás e que originalmente os sabres de luz não tinham cor, era apenas uma barra branca. Mas o que mais me intrigava era o fato dos filmes antigos serem do meio para o fim da história. O Daniel não soube responder, mas enquanto olhávamos as HQs, encontrei uma revista falando apenas de uma coisa. Adivinhem o que? Na hora esqueci das HQs. Peguei a revista, passei no caixa e fui embora. Assim que cheguei em casa, comecei a ler a revista e para meu encanto tinha tudo o que era de informação. Perfil de personagens, planetas, naves, curiosidades e um pouco sobre George Lucas o pai e criador por trás de Star Wars. Na reportagem da revista, falava que Lucas na década de 70, tinha uma história divida em seis partes e muito dos estúdios tinham rejeitado seu projeto. Mas a Fox deu uma oportunidade para ele, com a condição de fazer apenas 3 das 6 partes. Então foi decidido fazer do meio para o fim da história, mas graças ao sucesso de Star Wars que dura desde novembro de 1977, Lucas conseguiu desenvolver várias empresas como a LucasFilm, ILM, THX e Lucas Arts, sendo elas todas pertencentes à Disney.

Trilogia Clássica Star Wars - DVD

Trilogia Clássica Star Wars – DVD

Trilogia Clássica Star Wars - DVD

Trilogia Clássica Star Wars – DVD

Algum tempo se passou desde então, consegui terminei o ensino médio, comecei a trabalhar e peguei a fase de mudança na era digital. Sim, sou uma das pessoas que presenciou a mudança do “velho” VHS para o DVD. Claro que minha vontade por cinema só aumentava, chegava a gastar 1/4 do em cinema (mas nunca deixava de ajudar em casa). Me lembro que ia de 2 à 3 vezes por semana no cinema. Era filme de todos os gêneros e tipos.

Quando começou à sair os primeiros dvd`s lembro dos preços serem bem elevados, mas isso não me impediu de comprar os primeiros dvd`s que hoje chegam à marca mais de 300 títulos. Sim, meus primeiros dvd`s foram da saga clássica Star Wars, como nas fotos acima. Não podia deixar que fosse outro, porque essa saga tão adorada e cultuada no mundo todo, foi a responsável por eu gostar tanto de cinema como hoje. Abaixo está algumas fotos da minha coleção, no meu perfil do Facebook.

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=407232259399224&set=a.144737752315344.26729.100003373608393&type=3&theater

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=407232466065870&set=a.144737752315344.26729.100003373608393&type=3&theater

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=407232562732527&set=a.144737752315344.26729.100003373608393&type=3&theater

Espero que tenha gostado dessa pequena história. Tem tantas outras  para contar, emoções tão diversas…

Se você curtiu, deixe seu comentário no campo abaixo. Caso queira compartilhar sua história, você pode postar na página do Facebook/CineCassila:

https://www.facebook.com/CineCassila

Sobre CINECASSILA

Aqui no CineCassila você pode encontrar as maiores curiosidades de Hollywood, além de conferir fotos e trailers dos lançamentos mundiais.

Publicado em 22/10/2013, em Matérias e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Po cara, me lembrou muito a minha fase de descoberta de Star Wars… Rs… Me lembro de ficar olhando as “fitas” de Star Wars na locadora porém sem aluga-las por não saber qual a ordem (na locadora que eu ia aparecia apenas o nome dos filmes, não tinha a numeração dos episódios)… Entretanto, assim como você, me apaixonei logo na primeira vez em que assisti… Rs…

    Parabens pelo texto cara! Simples e honesto… Abraço

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: