014 – A Invasão das Fábulas

Todo mundo sabe que “o mundo de Hollywood” é uma máquina de fazer dinheiro, e em muitas das vezes, poucos sabem que a tal máquina, passa por algumas crises de identidade. Isso mesmo… Crise de identidade.

Pois ao mesmo tempo em que surgem grandes blockbuster`s, com super arrecadações o mundo do cinema sofre com roteiros originais. E a grande solução para tais problemas, é a onda de remakes, reboots e adaptações (games, livros e HQs).

E a sensação do momento, que veio para “concorrer” com as adaptações de HQ, são as adaptações das fábulas infantis. Muitas delas conhecidas como os sucessos da Disney. Branca de Neve, Cinderela e A Bela e a Fera, são só o começo, mas ainda têm os famosos João e o Pé de Feijão, Chapeuzinho Vermelho e João e Maria.

Tudo começou em 2010 com o famoso diretor Tim Burton e seu superelenco, adaptando o famoso conto de Charles Lutwidge Dodgson, ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS. Burton fez mais que uma adaptação da obra de Charles L. Dodgson, ele realizou uma espécie de continuação do desenho da Disney. Como todo filme de Tim Burton, o filme de Alice também ficou com uma cara mais “sombria”. A produção é de encher os olhos, principalmente por seus cenários, figurinos e até nas paisagens (mesmo sendo elas digitais).  O roteiro do filme não é lá essas coisas, mas mesmo assim vale a viajem na toca do coelho. No elenco temos a presença de Johnny Depp, Helena Bonhan Carter, Mia Wasikowska, Anne Hathaway e Alan Rickman entre outros. O filme de 2010 teve um orçamento de US$ 200.000.000 e faturou incríveis US$ 1.024.299.204 mundialmente.

Alice no País das Maravilhas – Tim Burton

No ano de 2011, outra famosa fábula teve sua versão nas telonas. Dessa vez foi a Chapeuzinho Vermelho com o ótimo A GAROTA DA CAPA VERMELHA. A direção ficou a cargo da diretora Catherine Hardwicke (Aos Treze e Crepúsculo).  Assim como o anterior, o filme também agradou aos olhos com seus cenários e figurinos.  Mas a história que também passou nas mãos dos irmãos Grimm, não fez tanto sucesso nas mãos da diretora Catherine, pois nem com as presenças de Gary Oldman e Amanda Seyfried, foi suficiente para agradar a população de cinéfilos. Na verdade o filme foi um verdadeiro fracasso com um orçamento de US$ 42.000.000 A GAROTA DA CAPA VERMELHA arrecadou mundialmente US$ 37.652.565, ou seja… Nem pagou a produção do filme.

A Garota da Capa Vermelha – Catherine Hardwicke

Nesse ano de 2012, fomos apresentados com mais duas adaptações, sendo elas do famoso conto dos irmãos Grimm: BRANCA DE NEVE E OS SETE ANÕES. Em abril desse ano, foi à vez da versão mais infantil e cômica de Branca de Neve com ESPELHO, ESPELHO MEU. Dirigido pelo pouco conhecido Tarsem Singh (Imortais), o filme apela para as cenas de comédia e sua produção super colorida, sendo esse o mais próximo da animação da Disney e feito para a familia. Para ser sincero, essa adaptação não me chamou muita atenção. Não vou falar que é ruim, mas não é algo que eu vá assistir para ser curtido, e sim para ser analisado.  Nos papéis principais estão: Lily Collins (filha do cantor Phil Collins) como a princesa Branca de Neve, e Julia Roberts interpretando a tal rainha má. A produção do filme ficou em torno de US$ 85.000.000 e faturou mundialmente US$ 159.495.574.

Na ultima sexta-feira (01/06) estreou a segunda adaptação de Branca de Neve, com BRANCA DE NEVE E O CAÇADOR, dirigido por Rupert Sanders (que também não é tão conhecido assim). Essa versão é completamente diferente de Espelho, Espelho Meu, pois ele foi adaptado com base à história original dos irmãos Grimm, que na verdade é totalmente sombria e obscura. Pelo trailer mostrado, temos cenas espetaculares com direito as cenas clássicas da famosa maçã, e as mais impressionantes cenas de batalhas, incluindo a maldosa rainha Ravenna, interpretada pela excepcional Charlize Theron (Prometheus). No papel principal temos a conhecida dos adolescentes Kristen Stewart (Pé na Estrada, Quarto do Pânico) e sua valente e guerreira Branca de Neve. No papel do caçador, aquele que é contratado pela rainha, o ator Chris Hemsworth (Thor, Vingadores) dá as caras no filme; e nas cenas dos oito anões, (isso mesmo… Oito!!!) estão nomes ingleses já conhecidos, como: Ian McShane, Bob Hoskins, Nick Frost, entre outros.

Aparentemente, só pelas cenas de ação, todo o visual gótico e as interpretações de Charlize Theron, que a critica já falou que ela se entregou de “corpo e alma” para o papel da rainha Ravenna, já vale o ingresso para se conferir. O valor da produção do filme, ainda não foi informado.

Mas para quem acha que as fábulas terminam por aí, está completamente enganado, porque no ano que vem, ainda temos o famoso conto de João e o Pé de Feijão em JACK – O MATADOR DE GIGANTES (29 de Março), dirigido por Brian Singer, estrelando Nicholas Hoult e Ewan McGregor.

A famosa fábula infantil João e Maria também será adaptada nas telonas com HANSEL E GRETEL: CAÇADORES DE BRUXAS (25 de Janeiro), dirigido por Tommy Wirkola e estrelando Jeremy Renner e Gemma Arterton. E os contos de CINDERELA e A BELA E A FERA também já estão sendo roteizados.

Hansel e Gretel – Caçadores de Bruxas – Tommy Wirkola

Depois dessa onda de heróis, só nos resta conferir esse tsunami de fábulas.

Paulo H. S. Cassila.

Sobre CINECASSILA

Aqui no CineCassila você pode encontrar as maiores curiosidades de Hollywood, além de conferir fotos e trailers dos lançamentos mundiais.

Publicado em 04/06/2012, em Matérias, Postagens. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: