010 – Joss Whedon: Mais que um diretor… É um verdadeiro fã.

Se tem algo que realmente me impressionou nesse semestre, foi ver a operação realizada em cima do filme “Os Vingadores”. Em apenas dois meses saíram trailers, fotos, cartazes, banners e comerciais de TV. Fora isso, tem também os vários e vários comentários e bate-papos em sites de cinema/entretenimento.

Por causa dessa campanha toda, e pelos seus fãs, Vingadores já bateu o recorde  nos EUA e Canadá de melhor abertura de toda a história  do cinema, tirando o recorde que antes fora de Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2. Mas esse sucesso todo em cima do filme, não é apenas por causa das suas cenas de ação, reunião dos heróis, coisa e tal. O que faz de Vingadores ser tão especial é o seu roteiro. Principalmente pelo seu roteiro diversificado. E o grande responsável por isso é o diretor e roteirista Joss Whedon.

Whedon é mais conhecido por causa de suas séries “Buffy- A Caça Vampiros” e “Firefly”. Ele também foi responsável pelos roteiros de “Velocidade Máxima”, “Alien – A Ressurreição”, e (pasmem) “Toy Story” – da Pixar Animation Studios. Como diretor ele estreou no filme “Serenity”, adaptação da série Firefly.

Como um verdadeiro fã de HQ`s, onde ele mesmo já realizou alguns trabalhos, Joss Whedon foi chamado pela Marvel Studios, para roteirizar e dirigir a reunião dos maiores heróis da Terra. Nessa hora do campeonato, não preciso dizer que o projeto deu certo. E numa extraordinária forma de respeito e gratidão, Joss fez nessa semana, algo que dificilmente vemos nos dias de hoje… Ele escreveu uma carta aberta aos fãs, agradecendo pelas criticas (positivas) que vem recebendo e o sucesso que o filme se tornou.

“As pessoas me dizem que minha vida está prestes a mudar. Tenho certeza de que isso é verdade – e toda a mudança é empolgante, eu acho – e talvez eu seja reconhecido na Comic-Con e possa comprar um jantar de primeira – de primeira MESMO, com trufas e essa coisa toda.

Mas o que não vai mudar é o que realmente importa. O que não muda é que eu tenho o grupo de – nem vou chamar de fãs, vou chamar de “galera” – mais leais e inteligentes, articulados e apaixonados seguidores que eu poderia querer. Quando ninguém estava prestando atenção em mim, quando as pessoas provavelmente não deveriam mesmo estar prestando atenção em mim, eu tinha três constantes: minha família, meus colaboradores e vocês […] pessoas que sempre me fizeram sentir a verdade deste trabalho: ser uma artista é se comunicar com o público. Comunicação esta que chega ao ponto da colaboração.

Então este sou eu, dizendo OBRIGADO a vocês. A todos vocês. Vocês que levaram tanta pedrada por apreciar meu trabalho e que agora podem sair e gritar “eu não te disse?'”, completou.

O diretor segue respondendo algumas perguntas de fãs, a começar pela mais insistente de todas: como ele se sente com a “competição” entre Os Vingadores e Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge?

“ESTE NÃO É UM JOGO. Nossos sucessos dependem um do outro. Estamos em um negócio de provar que filmes de super-heróis não são apenas bonitinhos, são TRUFAS. As pessoas adoram colocar um cineasta contra o outro, mas acho que essas pessoas estão muito equivocadas. Tanto faz quanto dinheiro Batman faça na sua primeira semana, o que importa é que EU definitivamente estarei na fila e que Nolan e Raimi REINVENTARAM o gênero dos super-heróis (sem esquecer Jon Favreau e James Gunn). Fico feliz de estar entre eles”.

Nota-se que além de agradecer aos seus fãs, ele praticamente calou a boca de quem insiste em colocar rivalidade entre as duas maiores empresas de HQ no mundo: DC Comics e Marvel Comics. Tudo bem que existe um pequena rivalidade entre as duas no quesito de vendas, mas a coisa termina por aí.

Desde o dia 27/04/2012 onde o filme estreou em mais de 25 países, o filme já arrecadou até quarta-feira (09/05) US$ 775,4 milhões. E continuando nesse ritmo Vingadores pode ser o filme mais rápido a chegar na casa do US$ 1 bilhão. Caso isso aconteça, que é o mais provável, Joss Whedon colocará seu nome na história do cinema.

Sinceramente, eu é que gostaria de lhe agradecer Joss Whedon, pelo magnifico presente que você nos deu. A sensação de voltar a ser uma criança por duas horas, jamais será esquecida.

Paulo H. S. Cassila.

Sobre CINECASSILA

Aqui no CineCassila você pode encontrar as maiores curiosidades de Hollywood, além de conferir fotos e trailers dos lançamentos mundiais.

Publicado em 13/05/2012, em Matérias. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: