008 – Os Vingadores: A Marvel Studios chega no seu auge.

Já faz tempo que não saio da sala de cinema com tal satisfação, em relação a uma adaptação de HQ. Acho até que o último foi Batman – O Cavaleiro das Trevas, de 2008 que é exatamente o ano da “Iniciativa Vingadores”. Mas antes de falar do filme, preciso citar os cinco filmes que antecedem o mega projeto.

No ano de 2008 foi lançado o primeiro e divertido filme HOMEM DE FERRO, dirigido por Jon Favreau e nos trazendo de volta o ator Robert Downey Jr. (Zodíaco), depois de uma fase turbulenta por causa do alcoolismo. Downey Jr nos mostra sua excelente versão de Tony Stark: bilionário, filantropo, playboy, gênio (vide Vingadores rsrs) e responsável pela criação das armaduras Mark`s e seu outro eu heroico Homem de Ferro. Com uma ótima produção e elenco de primeira como: Terrence Howard, fazendo o papel do tenente James Rhodes, Gwyneth Paltrow como o par romântico de Stark, Pepper Potts e o vilão Obadiah Stane – Monge de Ferro, interpretado pelo ator Jeff Bridges, Homem de Ferro é o passo inicial antes de conferir Os Vingadores. Atenção para a cena pós-créditos. Homem de Ferro teve um custo de US$ 140.000.000 e arrecadou mundialmente US$ 585.174.222.

No mesmo ano de 2008, também tivemos o lançamento de O INCRIVEL HULK, com Edward Norton, Liv Tyler, Tim Roth e William Hurt. O filme é dirigido por Louis Leterrier, e sua versão mais “pancada”, é melhor (em minha opinião) do que a versão de Eric Bana/Ang Lee de 2003. No Incrível Hulk, além da apresentação do vilão Abominável, interpretado por Tim Roth, podemos conferir elementos de outros dois super-heróis Marvel: Capitão América e Homem de Ferro, e é com essas menções que percebemos que algo grandioso estaria por vir. A segunda obra da Marvel Studios custou estimados US$ 150.000.000 e arrecadou mundialmente US$ 263.427.551.

Chega o ano de 2010, e novamente nos é mostrado Robert “Tony Stark” Downey Jr. em HOMEM DE FERRO 2. A sequencia é tão boa quanto ao original, e conferimos mais do que é a agencia S.H.I.E.L.D.  Na película, também temos o acréscimo de Natasha Romanov, uma ex espiã russa que hoje trabalha para a SHIELD. Natasha é interpretada pela atriz Scarlet Johansson, e tem seu codinome como VIÚVA NEGRA. A tal espiã assassina, será superimportante para a futura trama. No elenco além dos atores do primeiro filme, temos ainda a maior participação do agente Phil Coulson (Clark Gregg) e Nick Fury (Samuel L. Jackson). O vilão da vez é o Chicote Negro e fica a cargo do ator Mickey Rourke. Don Cheadle substitui Terrence Howard, como o tenente Rhodes / Máquina de Combate, amigo e parceiro de Tony Stark. O filme custou US$ 200.000.000 e arrecadou mundialmente US$ 623.933.331.

Chega o ano de 2011 e a Marvel Studios junto com a Paramount Pictures, nos presenteiam com mais dois filmes: Thor e Capitão América: O Primeiro Vingador, este segundo já nos lembrando do projeto futuro.

Chris Hemsworth é THOR. Semideus, guerreiro de Asgard e filho de Odin. Sua origem para quem o vem da mitologia nórdica, e o filme mostra isso com belas imagens. Conferimos também a terra de Asgard, Odin – pai do herói – que é interpretado por ninguém menos que Antony Hopkins. Uma das grandes surpresas é a aparição de Loki (Tom Hiddleston), o vilão da vez e de supra importância para o filme “Os Vingadores”. Loki é conhecido como o Deus da trapaça e é o meio irmão de Thor. Esse é o melhor filme da Marvel Studios depois de Homem de Ferro. No elenco temos a volta de Clark Gregg e Samuel L. Jackson, reprisando respectivamente os papéis do agente Phil Coulson e Nick Fury. A outra grande surpresa é o breve aparecimento de Jeremy Renner, fazendo o papel do agente da SHIELD Clint Barton, conhecido como GAVIÃO ARQUEIRO e da vencedora do Oscar Natalie Portman, realizando o papel de Jane Foster, o par romântico do herói. Thor custou US$ 150.000.000 e arrecadou mundialmente US$ 449.326.618.

Chris Evans é quem encarna o papel de CAPITÃO AMÉRICA. O ator já é conhecido nos filmes de super-herói, pois ele contracenou com Dakota Fanning em “Heróis” de 2009. E para quem não se lembra, Evans também interpretou Johnny Storm, o Tocha-Humana dos dois filmes do Quarteto Fantástico. O filme se passa durante a segunda guerra mundial, e mostra um artefato importantíssimo para a história de Os Vingadores: O Tesseract, conhecido no Brasil como “Cubo Cósmico”. O Tesseract é um cubo com uma fonte ilimitada de energia de origem desconhecida. No elenco ainda temos as presenças de Tommy Lee Jones e Hugo Weaving que interpreta o Caveira Vermelha. Atenção para a presença de Howard Stark, pai de Tony, interpretado pelo ator Dominic Cooper. A direção ficou a cargo de Joe Johnston. Capitão América custou para a Marvel US$ 140.000.00 e arrecadou mundialmente US$ 368.608.363.

Depois de quatro anos de espera e 5 filmes, chegou em 2012 o ápice da Marvel Studios: OS VINGADORES.

A difícil tarefa ficou a cargo de Joss Whedon, que também é roteirista, e escreveu a história do filme. Whedon que é um confesso fã de HQ teve o árduo trabalho de reunir todos os atores principais e alguns coadjuvantes dos filmes anteriores, com exceção de Edward Norton, que foi substituído brilhantemente por Mark Ruffalo (Ensaio Sobre a Cegueira), fazendo o papel de Bruce Banner/Hulk.

O filme começa no ponto próximo onde Thor e Capitão América terminaram, onde logo de cara temos a entrada de Nick Fury, (Samuel L. Jackson) primeiro no comando da organização SHIELD e a base terrestre da mesma. O agente Phil Coulson (Clark Gregg) tem sua maior importância nesse filme. Também somos apresentados à segunda no comando da organização SHIELD, a personagem Maria Hill (Cobie Smulders) que nos mostra que é dura na queda e está sempre disposta a ajudar Nick Fury. Vemos também a chegada do vilão Loki, (Tom Hiddleston) que está mais sombrio do que nunca, ao encontro do Tesseract (Cubo Cósmico). Após isso, conferimos como estão nossos heróis, que estão espalhados em situações diversas pelo globo: Natasha Romanoff – Viúva Negra (Scarlet Johansson) está feita de refém, e após ser contatada pela SHIELD, nos mostra suas habilidades e porque está no grupo de heróis. Steve Rogers – o Capitão América (Chris Evans) está em uma academia, esmurrando um saco de areia, e nota-se a raiva do herói por ter que se adaptar em um mundo tão diferente do seu, e usa seus socos para tirar a dor das pessoas que perdeu. Depois temos a aparição de Tony Stark – Homem de Ferro (Robert Downey Jr.) onde o mesmo realiza uma espécie de “operação de solda” para a inauguração da Torre Stark. Vemos também a pequena participação de Pepper Potts (Gwyneth Paltrow) e como anda seu relacionamento com Tony. Bruce Banner – Hulk (Mark Ruffalo) tenta viver “tranquilamente” em uma cidadezinha pacata na Índia, até que Natasha vai ao seu encontro.

O primeiro ato do filme é o mais lento, mas nada que tire o brilhantismo da obra, muito pelo contrário, te deixa com mais ansiedade para ver o encontro dos grandes heróis. Loki como vilão começa seus ataques, e a partir daí há o encontro de Viúva Negra, Capitão América e o invencível Homem de Ferro, ao som de AC/DC. Os primeiros confrontos têm inicio, tanto físicos como os psicológicos. Exemplo mesmo é a cena em que Loki exige que a população, numa cidade alemã, fique de joelhos, prestem atenção nas falas e percebam o ótimo trabalho do diretor/roteirista Joss Whedon. Temos também o primeiro embate entre os heróis: Homem de Ferro e Thor (algo que a DC/Warner devem aprender como se faz uma briga de verdade). Nesse ponto o filme está chegando ao seu segundo ato, e conferimos a reunião dos integrantes restantes, onde três dos atores se destacam: Robert Downey Jr. e seu jeito Tony Stark de ser, com as piadas na ponta da língua, claro que isso é o resultado da parceria Downey Jr./Whedon. O ator Mark Ruffalo e seu novo calmo, sereno e tranquilo Bruce Benner,  e Tom Hiddleston com as várias faces de Loki, que até agora é a melhor interpretação de um vilão, perdendo apenas para Heath Ledger e eu insano Coringa. As piadas também são algo muito bem trabalhado durante o filme, nada de exagerado, nos momentos certos e superinteligentes: em especiais às de Stark; do Thor sobre seu meio irmão Loki; da participação do ator Harry Dean Staton (Alien – O Oitavo Passageiro) dialogando com Bruce Banner e fazendo uma piada sobre aliens, referencia ao filme Alien; e uma das melhores próximo ao final do filme com Homem de Ferro e Gavião Arqueiro.

A partir do segundo ato a trama começa a desenrolar e vemos várias cenas de ação entre elas o grande Porta-Aviões da SHIELD. A tensão começa aumentar cada vez mais, e um dos melhores momentos é quando finalmente as cenas de: Homem de Ferro, Hulk, Capitão América, Thor, Viúva Negra e Gavião Arqueiro aparecem lutando do mesmo lado. A cena da invasão é excepcional, a emoção e o arrepio no braço são inevitáveis, a sensação é que você voltou a ter 10, 12 anos e está olhando para os maiores heróis de sua infância. Somos jogados dentro da trama e a empolgação da galera é contagiante. Não tenha medo de levantar os braços, de gritar e de se empolgar, pois para quem realmente gosta de um filme heroico como esse, essas serão emoções que realmente irão ter. Posso falar que os US$ 220.000.000 estimadamente gastos na produção do filme, foi muito bem gasto e não decepciona em nada. E atenção: como tradição dos filmes Marvel, nesse também há uma cena pós-créditos.

Os Vingadores já entrou para a história do cinema, não apenas por sua arrecadação (que só iremos saber quando o filme sair de cartaz), mas pelo que ele é. O primeiro filme na história a reunir várias franquias de super-heróis. As suas cenas de ação, as piadas já são memoráveis, é o tipo de filme que é para ser assistido uma, duas, três, quantas vezes puder nas salas de cinema. O tipo de filme para ser conferido com a namorada, com a família e no meu caso com os melhores amigos, e é por isso que gostaria de homenagea-los com este comentário.

Muito obrigado à minha esposa Leila Monteiro, à minha irmã Ana Paula Cassila e aos melhores amigos, Flavio Codina, Daniel Crepaldi, Mario Gerson, Alexandre Barros, Adriano Perella, Dácio Couto e Priscila Cruz… todos vocês são demais.

Sobre CINECASSILA

Aqui no CineCassila você pode encontrar as maiores curiosidades de Hollywood, além de conferir fotos e trailers dos lançamentos mundiais.

Publicado em 07/05/2012, em Matérias, Postagens. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Loki faz as pessoas se ajoelharem na alemanha e nao em Ny.

  2. Adriano Perella Vieira

    Como eu disse antes: o filme mais MÓDAFÓCA!!!! que vi (claro que depois de Poderoso Chefão I)
    Ri demais… feel like a 5 years old!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: